Homem morre eletrocutado em Santa Rita

Em Santa Rita do Sapucaí, o técnico de eletrônica Silvio Nunes Vassalo Júnior, 30 anos,  morreu após receber uma descarga elétrica na empresa onde trabalhava.

O acidente de trabalho ocorreu na empresa Tamura Indusul, localizada na Incubadora Municipal de Empresas Ruy Brandão.

O acidente aconteceu quando ele fazia um ensaio elétrico de peças de transformadores dentro de um laboratório, por volta das 19h00.

Silvio levou um choque e recebeu os primeiros socorros de um bombeiro civil da empresa. O Samu foi chamado e levou a vítima ao pronto socorro. O funcionário morreu horas depois.

No boletim de ocorrência consta que Silvio trabalhava na empresa há pelo menos cinco anos e sempre usava equipamentos de proteção. Mas, por um descuido, nesta terça-feira, estava sem as luvas de uso obrigatório.

Em pouco mais de dois meses, esse foi o segundo acidente de trabalho com vítima fatal por descarga elétrica.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Vale do Sapucaí (SINDVAS), Maria Rosângela Lopes, lamentou a morte ao ressaltar que é o segundo caso ocorrido nos últimos meses. “É lamentável. Tem que dar um basta, é a segunda morte. Nós saímos de casa para trabalhar, não saímos de casa para morrer”, afirmou.

A empresa comunicou que presta toda a assistência para a família e aguarda o relatório do perito.

O outro caso ocorreu no dia 28 de novembro, vitimando Taylor Benedito Balduino.

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Homem morre eletrocutado em Santa Rita

  1. Oliveira disse:

    O que foi feito após a primeira morte? Alguma coisa está errada 2 mortes em 2 meses, que Deus de força aos familiares!!!

  2. lucimara ferreira lemos lemos disse:

    Será que foi feito algo pra constatar o que esta causando esses acidentes ao meu ver isso não é normal fechar a empresa pra manutenção é uma opção .

    • Ana disse:

      Imprudência da impressa ,será q vai continuar de portas abertas e a cada dois meses funcionários perdendo a vida ,Deus conforte os familiares

  3. Clélia disse:

    Eu não entendo a respeito das normas de seguranças nas empresas,mas na minha opinião deveria ter uma fiscalização maior nesse quesito.Duas mortes semelhantes em dois meses na mesma empresa e um grande sinal de que estão deixando de lado normas importantes de segurança.Que algo seja feito para que acidentes como esses não vitime mais ninguém.O setor de segurança do trabalho tem que ficar de olho.E cobrar de ambas partes que se cumpra todas as normas de segurança dentro da empresa.Que Deus possa confortar o coração dos familiares e colegas de trabalho.

  4. Alexandra disse:

    Bom dia!
    Gostaria de deixar bem claro que as luvas fornecidas não o protegeria nem de um choque de 127 volts, quanto mais uma alta tensão.
    Em momento nenhum ele foi negligente quanto ao uso de EPI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s