O CROCO E A MARGARIDA

Sandro Mendes

O tempo é o senhor do mundo. É capaz de transformar coisas sólidas em poeira e, por
outro lado, pode agrupar moléculas, como um quebra-cabeças, e formar montanhas.
Mas o tempo tem pressa, não pára.

E foi na pressa do tempo que décadas se passaram para o Croco e para a Margarida.
Croco era um Chevette 79 verde crocodilo (daí o apelido) e a Margarida era uma
Variant 73 amarela, cuja cor realmente lembrava o amarelo das margaridas.

Ambos fizeram parte da juventude minha e de alguns queridos e inesquecíveis amigos.
O Croco era do Jônatas Ramalho, hoje funcionário do Banco do Brasil em Brasília. E a Margarida era do meu pai.

A história desses carros se confunde com nossa própria história – os jogos de bola, os churrascos, os bailes pelo Sul de Minas. Mais do que carros, eles eram membros da turma. Dividiam conosco nossas bagunças, nossos segredos, nossas aventuras, nossos
amores.

Porém, o tempo não parou para o Croco e nem para a Margarida. E muito menos para nós. Alguns se casaram, outros se separaram, vieram filhos, tudo mudou. Alguns dos amigos permanecem no Sul de Minas até hoje, outros se mudaram e se espalharam pelo Brasil (Amazonas, Joinville, Montes Claros, Zona da Mata Mineira e por aí vai).

Um dos amigos infelizmente se foi há alguns anos atrás, em um acidente que chocou a todos nós, deixando conosco uma eterna e doída saudade. Os que ficaram ou estão gordos ou carecas. Ou as duas coisas, como é o meu caso. E os que ainda têm cabelos já começaram a mostrar os fios brancos.

A tecnologia nos trouxe o WhatsApp e dois desses amigos tiveram a feliz iniciativa de criar um grupo, onde trocamos fotos do passado, lembrando tudo o que vivemos juntos e que ainda habita e vagueia por nossos corações e mentes.

Croco e Margarida agora trafegam somente pelas ruas e estradas de nossas lembranças, única defesa que temos contra a pressa dos anos…

Um beijo no coração de cada um de vocês, meus caros amigos, e obrigado por tudo!

Frase da semana:  Saudade é o preço que se paga por viver momentos inesquecíveis (web).

Sandro Mendes é jornalista formado pela PUC de Belo Horizonte

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s