Audiência Pública da Assembléia Legislativa de Minas Gerais sobre Segurança Pública no Sul de Minas

Ocorreu hoje(01), em Machado, uma Audiência Pública da Assembléia Legislativa de Minas Gerais sobre Segurança Pública.

A audiência teve como presidente o Deputado Sargento Rodrigues, tendo sido realizada devido a um requerimento do Deputado Dalmo Ribeiro, contou também com a presença do Deputado Antônio Carlos Arantes, autoridades do município de Machado e cidades da região.

A comitiva de Santa Rita do Sapucaí contou com os vereadores que compõe a Comissão Permanente de Segurança Pública, Giácomo Costanti, Marcos Tatinha, Flávio de Castro, além dos vereadores Cida de Paula e Fábio de Souza.

O debate destacou três questões: a necessidade de construir uma casa de recuperação de menores na região, o aumento do efetivo policial e investimentos em projetos sociais. “Infelizmente, hoje 80% dos crimes que acontecem na cidade de Machado são envolvendo os jovens. Então a gente também precisa gerar oportunidades”, disse Maycon Willian Da Silva (PSB), vice-presidente da Câmara de Machado.

O vereador Evandro Caixeta disse que já foi adquirido pela prefeitura um terreno para a construção do presídio. O parlamentar acrescentou que já existe uma unidade com capacidade para 56 presos que recebe atualmente 120, “em um local insalubre, mal cheiroso e bem no Centro de Machado”, segundo ele.

Já vereadores de municípios vizinhos cobraram a implantação de um centro de internação de menores infratores no Sul de Minas. Segundo Celso Prado, de Varginha, essa é a única região do Estado que ainda não conta com essa estrutura.

O presidente da Câmara Municipal de Machado, Erivelto Angelo dos Santos, informou que já está em construção o anteprojeto de lei para criação da guarda municipal. “Faltam alguns ajustes, mas esse é um compromisso nosso”, garantiu.

A insegurança é tão grande que tem comerciante fechando as portas por causa dos roubos. Portas amassadas, alarme destruído são algumas das marcas do último assalto. A lanchonete fica na beira da rodovia, em Machado, e já foi roubada 15 vezes.

O Vereador e Presidente da Comissão de Segurança Pública de Santa Rita do Sapucaí, Giácomo Costanti, fez uso da palavra e cobrou do governo do Estado sobre o descaso com seu município,

“Santa Rita do Sapucaí é mundialmente conhecida como o Vale da Eletrônica, temos mais de 150 empresas do ramo eletrônico e estamos esquecidos e abandonados por esse governado do estado, que me recuso a falar até o nome. Se em Santa Rita temos motos patrulhas da Polícia Militar foi graças a verba destinada para a compra de três motos 600cc pelo prefeito municipal Jefferson Gonçalves com apoio da Câmara Municipal. Nosso contingente policial não é o suficiente, mas nossos policias têm se desdobrado e fazendo milagres pela segurança de nosso povo. Todos aqui sabem bem porque o nosso governador não gosta de polícia, tenho certeza que não vou precisar citar o motivo! Peço aqui aos nossos representantes, através da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que lembrem de nossa Santa Rita do Sapucaí, nosso povo vem sofrendo cada vez mais com a insegurança causada por esse abandono desse governo de estado omisso, nossos comerciantes estão cada vez mais reféns dos bandidos, nossos comércios estão parecendo presídios, cada vez com mais grades; nossos produtores rurais estão sendo vítimas de roubos e furtos quase que toda semana, nossos universitários na mira dos bandidos quase que diariamente, nossas casas cada vez com mais grades e os muros cada vez mais altos. Nosso povo é um povo trabalhador e cumpridor de suas obrigações, pagadores dos seus impostos, nosso povo vem fazendo a parte que lhe cabe, nosso município vem fazendo a parte que lhe cabe, agora pergunto aos senhores e a parte que cabe ao Governo do Estado?? Cadê?? Esse governo do estado só se lembra de nosso povo de 4 em 4 anos! Santa Rita do Sapucaí pede socorro também, assim como as demais cidades que aqui estão representadas. Esperamos resposta, esperamos ação do nosso estado e desse tal governador!Precisamos do Governo Estadual para atuar na prevenção social por meio de políticas públicas, como a escola de tempo integral, além de ações no esporte, lazer e cultura.Temos que buscar uma solução. É impossível uma cidade como Santa Rita conviver com tanta criminalidade!

Foi muito válida a nossa participação nesta Audiência Pública realizada pela Assembléia Legislativa em Machado, viemos com fortes propósitos para a criação do gabinete de gestão integrada das ações dos órgãos de segurança no município; da recriação do Conselho Comunitário de Segurança Pública, Conselho Municipal de Segurança Pública e o fortalecimento do Conselho Anti-drogas; e o aumento das operações repressivas em áreas de maior violência. Porém não depende de nós do Legislativo, nos reuniremos com o Executivo e iremos propor que se ponha em prática as ações para reduzir a criminalidade, concluiu.

 

Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Audiência Pública da Assembléia Legislativa de Minas Gerais sobre Segurança Pública no Sul de Minas

  1. paulo sergio disse:

    tecnologia e automação em segurança avançada intelbras. ai sim. ladrão não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s