Bom desempenho do agronegócio impulsiona economia dos municípios

Safra recorde de 13,6 milhões de toneladas de grãos repercute em todos os segmentos

Minas Gerais tem 143 municípios cuja principal fonte de geração de renda é o setor agropecuário. Em outras 417 cidades, o setor responde pela segunda fonte geradora de receita.

Fazendo as contas, 65,7% dos municípios mineiros têm ligação direta com as atividades desenvolvidas no meio rural. Nesta safra, com as perspectivas de resultados promissores, pode-se esperar que a economia dessas cidades seja dinamizada.

De acordo com os levantamentos de safra realizados tanto pela Conab quanto pelo IBGE, Minas Gerais colherá safra recorde de grãos de aproximadamente 13,6 milhões de toneladas, registrando crescimento de 15,3% em relação à safra anterior.

Os números da produção mineira acompanham a tendência nacional de crescimento da safra, que também deve alcançar o volume recorde de 219 milhões de toneladas, superando em 17,4% a safra anterior.

O agronegócio tem contribuído de forma expressiva na redução dos efeitos negativos dos outros setores que compõem o PIB do país e do estado.

“No ano passado, com base nos dados de novembro, o PIB do agronegócio mineiro representou geração de renda da ordem de R$ 203,9 bilhões, superior em 8,5% o valor alcançado em 2015. Outro indicador é a contribuição do agronegócio no saldo da balança comercial de Minas, que representou 44,7% em 2016”, explica o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Pedro Leitão.

Foto:  Divulgação/Seapa

Foto: Divulgação/Seapa

O crescimento da produção de grãos também tem impacto positivo nas cadeias produtivas de origem animal (carnes, ovos e leite). Isso porque milho e soja (farelo de soja) compõem os ingredientes essenciais na alimentação dos animais.

No ano passado, devido à redução na produção de milho e ao aumento nas exportações, houve uma valorização do produto no mercado, impactando tanto o custo de produção na pecuária quanto os preços dos alimentos para os consumidores.

Todos estes resultados reforçam as perspectivas otimistas para o bom desempenho do agronegócio neste ano. Ainda segundo a avaliação do secretário Pedro Leitão, os impactos positivos desta safra não só vão dinamizar o setor, mas também os segmentos de transporte, serviços, comércio e agroindústria, ou seja, vários segmentos serão estimulados e a economia dos municípios terão ganhos tanto econômicos como sociais.valdir-ofere

Esse post foi publicado em Noticias de Minas Gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s