Alca | Academia de Letras completou 31 anos nesta quarta

A Alca – Academia de Letras, Ciências e Artes de Santa Rita do Sapucaí completou ontem(28) mais um ano de existência.

Fundada em setembro de 1985, a entidade tem sido presente e participativa ao longo de 31 anos no ambiente literário, cultural ou artístico de Santa Rita. Idealizada pela professora e escritora Edméa Sodré de Azevedo Carvalho – à época presidente do Clube Feminino da Amizade – a então Academia Santarritense de Letras, teve sua sessão solene e inaugural na Sala Mafalda de Marco Almeida, que ficava na Prefeitura Municipal.

Naquela ocasião, tomaram posse os membros fundadores da Academia, totalizando 33 nomes. A primeira diretoria foi composta por Cyro de Luna Dias Jr. (presidente), Jandyra Adami Neves de Carvalho (vice-presidente), Aloísio Ribeiro (secretário), Edmundo Prado Moreira, Cyro de Luna Dias e Waldir de Luna Carneiro (conselheiros fiscais). Daquela noite da fundação até os dias atuais, muitos nomes já passaram pelo quadro dos acadêmicos e muitos já faleceram. Dos membros fundadores, apenas oito seguem ocupando suas respectivas cadeiras. São eles Caio Nelson Vono de Azevedo, Elias Ésper Kallás, Jandyra Adami Neves de Carvalho, José Francisco Rezek, Paulo Renato Raposo Abrahão, Ronaldo de Azevedo Carvalho, Roque Nonato dos Santos e Waldir de Luna Carneiro.

O livro histórico com a ata da primeira reunião revela que em abril daquele ano de 1985 o Clube Feminino da Amizade já dera início aos trabalhos para a criação da Academia.

Cyro de Luna Dias Jr., primeiro presidente da Academia de Letras, em 1985,  na cerimônia de fundação da Entidade. (Foto: Reprodução)

Cyro de Luna Dias Jr., primeiro presidente da Academia de Letras, em 1985,
na cerimônia de fundação da Entidade. (Foto: Reprodução)

Os objetivos da nova instituição eram os dos mais nobres, lavrados na primeira ata: “a) Acolher como seus membros, sem discriminação de sexo, os valores culturais do município; b) Valorizar, engrandecer e estimular o desenvolvimento da cultura da comunidade, propugnando, inclusive, por melhor conhecimento de sua história; c) Extrair do anonimato, pelo acolhimento em seu seio, todos os valores autênticos que, no município, hajam contribuído para o aprimoramento da cultura literária”. Dois anos mais tarde, já sob a presidência de Jandyra Adami, iniciou-se o processo da criação do estatuto que estruturou o funcionamento da Academia.

A Academia cresceu e mudou de nome para receber também em seus quadros mulheres e homens ligados às ciências. De “Academia Santarritense de Letras” passou a ser chamada de “Academia de Letras, Ciências e Artes de Santa Rita do Sapucaí”. Atualmente ela tem em seus quadros 35 acadêmicos para um total de 40 cadeiras e outras 20 cadeiras para membros correspondentes que residam em outras cidades. A partir de outubro, será aberto um novo processo para o preenchimento das vagas que podem ser ocupadas em sua totalidade ou não. A cerimônia de posse dos novos acadêmicos acontecerá em dezembro.

A Alca realiza hoje, com regularidade, sessões solenes – abrigando escritores, artistas e pesquisadores da cidade. Presta homenagens, lança livros, recebe as manifestações culturais santa-ritenses. Além disso, promove outros eventos como a Sessão de Cinema Alca, o Painel de Literatura e o Concurso Literário Edméa Carvalho.

Evandro Carvalho, que atualmente ocupa a presidência da Academia, fala da responsabilidade de ocupar uma cadeira da entidade e da necessidade de se manter as atividades da instituição com regularidade. “É muito bom promover o debate em nossos eventos, sejam nas homenagens, nos filmes da Sessão de Cinema, no Painel de Literatura, no lançamento de livros. A Alca é a casa das manifestações culturais santa-ritenses, o lugar onde intelectuais – das letras, das artes ou das ciências – acadêmicos ou não, sempre terão espaço. Penso que esta é a principal atribuição de quem ocupa uma das cadeiras de nossos patronos: trazer à luz a produção, abrir novos espaços para ela e estimular os talentos de nossa cidade. E claro, honrar a iniciativa dos pioneiros desta casa. Sem eles, nada disso estaria acontecendo”, diz o presidente.Oferecimento sos-bebidas

 
Esse post foi publicado em Cidade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s