Você conhece o HMTR – Hospital Maria Thereza Rennó?

Em Santa Rita do Sapucaí está pronto um dos maiores e mais modernos hospitais de Minas Gerais, trata-se do HMTR – Hospital Maria Thereza Rennó, você já conhece esse audacioso e importante projeto?

O Hospital Maria Thereza Rennó (HMTR) será um estabelecimento privado com as características comuns a todos os hospitais acrescido de duas particulares: prestar atendimento médico diferenciado que buscará sempre estar atualizado em instalações, equipamentos e condutas médicas e procurará desenvolver o conhecimento especifico em Eletro medicina buscando a consolidação do pólo tecnológico de Santa Rita do Sapucaí.

Instalar uma unidade hospitalar tecnologicamente moderna, sofisticada e funcional em uma região rica e fértil em criatividade porém de população ainda escassa foi uma audácia.  Para estabelecer mais um diferencial na qualidade e de tecnologia oferecida fez-se surgir uma parceria sólida, séria e produtiva, o Projeto de Engenharia Biomédica do Vale da Eletrônica.  Este projeto conjunto com o Instituto Nacional de Telecomunicações, Faculdade de Administração e Informática e Escola Técnica de Eletrônica FMC,  visa dar uma nova óptica a aplicação do conhecimento em Eletrônica aplicando-o à Medicina. Desta parceria, surgiu o Instituto Rennó e Kallás de Ensino e Pesquisa (irkep). http://www.irkep.com.br

A origem da Empresa Rennó & Kallás, está ligada à história da própria história da medicina, do empreendedorismo e filantropia na região sul-mineira. Tendo sido fundada em 1999 pelo senhor Wagner Campos do Amaral Rennó e Dr. David Carvalho Kallás, Dr Kallás, filhos e genro – todos com laços profissionais, familiares e sentimentais com Santa Rita do Sapucaí – surgiu por propósitos exclusivamente circunstanciais, uma vez que seus fundadores buscavam uma forma de atender condignamente a população com serviços qualificados frente a uma crise que envolvia o setor de saúde público e privada de Santa Rita do Sapucaí, Pouso Alegre, Itajubá e da região. Ao lado da saúde, surgiu a oportunidade da ampliação da área de vocação em eletrônicos que possui Santa Rita do Sapucaí (conhecida como O Vale da Eletrônica) para os eletro médicos. Em 1943, José Palma Rennó, avô de Wagner Rennó, financiou e construiu em Santa Rita do Sapucaí o Hospital Antônio Moreira da Costa. À partir de 1959, Dr. Elias Kallás passou a atuar neste estabelecimento fazendo todo tipo de atendimento indiferenciadamente das classes sociais. Em 1972, iniciou um processo de modernização do Hospital com a introdução de cirurgia cardíaca. O hospital foi dotado de condições físicas e de equipamentos para este evento. Por motivos políticos e administrativos, o ideal não pode ser levado a cabo e a luta por melhores condições de trabalho e melhor atendimento a população foi transferida conjuntamente com Dr. Elias Kallas para o Hospital das Clínicas Samuel Libânio, de Pouso Alegre, MG, de cuja faculdade foi um dos fundadores tal como da Faculdade de Medicina de Itajubá.

Apesar de toda audácia e importância desse projeto para nossa cidade e região, há ainda algumas pessoas e autoridades que não acordaram para ESSA IMPORTÂNCIA.

Nossa cidade está carente de SAÚDE, carente de um HOSPITAL MODERNO e equipado que possa atender a nossa população. Há uma grande mentira circulando por ai, de que o HMTR será um hospital para rico, como diz acima no texto, ele será um estabelecimento de saúde privado como qualquer outro e LOGICAMENTE haverá atendimento pelo SUS, a diferença será que para tratamentos específicos nós temos que ir para Pouso Alegre e Itajubá, ou seja o SUS encaminha para onde há o atendimento necessário, com a abertura do HMTR, esse atendimento será aqui mesmo, ou seja, mais agilidade no atendimento, mais conforto ao paciente enfim mais chance de sobrevivência ao paciente, pois o mesmo não ira mais ter que enfrentar a BR459, quer seja para Pouso Alegre ou Itajubá.

O HMTR está pronto, novas parcerias estão sendo feitas entre elas com a PHILIPS, um financiamento junto ao BNDES para que em breve abra as suas portas…PORÉM há ainda uma grande dificuldade, que poderia ser facilmente resolvido, caso as pessoas responsáveis pelo loteamento onde o mesmo se localiza, fizessem a sua parte, que é oferecer a infraestrutura, pois é uma vergonha o ACESSO até HMTR.

Observem nas fotos abaixo:

Esta rua, simplesmente desapareceu no meio do mato

Essa é a Rua Abrahão Elias Kallás, um dos acessos ao HMTR, muita poeira e barro quando chove

Vacas são criadas LIVREMENTE pelo bairro, cadê a fiscalização? O bairro é Zona Urbana e não Rural

Observem que quase todas as ruas de acesso ao HMTR são de terra, sem calçamento, CADÊ OS LOTEADORES?

PARA VER MAIS FOTOS, CLIQUE AQUI

Vejam no vídeo abaixo as condições do principal e mais rápido acesso até o HMTR:

Sobre Giácomo Costanti

Email: contato@valeindependente.com.br
Esse post foi publicado em Cidade, Meio Ambiente, Política, Saúde, Trânsito. Bookmark o link permanente.

29 respostas para Você conhece o HMTR – Hospital Maria Thereza Rennó?

  1. Arnaldo disse:

    Alguma novidade sobre o hospital Maria Thereza?

  2. Tatiane disse:

    Giácomo:
    Boa tarde!Conforme conversamos ao telefone recentemente já enviei o solicitado para a Izabele, muito obrigada.
    Abçs enfermeira Tatiane

  3. Henrique disse:

    Henrique (Itajubá)
    Parabéns a estas Familias que estão construindo este grande empreendimento parabéns a todos Santarritenses por esta grande Obras

  4. Jack disse:

    Não tem notícias sobre o Hospital? SImplesmente faliu assim??
    Fizeram uma movimentação imensa sobre a possível reabertura e agora se calam?!!
    Queremos explicações Giácomo!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s