vale

NILO

 

Imagem | Publicado em por | 11 Comentários

CORRENTE DO BEM – Mãe precisando de ajuda urgente

A Corrente do Bem foi procurada por uma mãe que vem passando por sérias dificuldades com seus dois filhos. Ela foi abandonada pelo companheiro e está com várias contas e aluguéis em atraso. Está correndo o risco de ficar sem energia elétrica, sem água e até mesmo se despejada com seus filhos.

O valor em atraso com a CEMIG é de R$ 402,69 conforme as contas abaixo:

O valor total em débito com a COPASA é de R$ R$ 315,42 conforme as contas abaixo:

Há ainda 4 meses de aluguel em aberto, perfazendo o total de R$ 2.345,36 conforme o documento abaixo. (Nele está faltando o aluguel de Abril no valor de R$ 539,00):

O valor total que a mãe tem em débito é de aproximadamente R$ 3.064,00.

Diante dessa situação pedimos a sua ajuda para que a Corrente do Bem possa ajudá la, a sua doação será de extrema importância, por menor que seja, formaremos a Corrente do Bem e juntos teremos condições de ajudar essa mãe e seus filhos.

As doações poderão ser deixadas nos seguintes locais:

  1. Pepita Modas – Rua Cel Francisco Palma, 17 no Centro (ao lado do Salão Dom João Bergese);
  2. Adonai Silk Screen – Av. Frederico de Paula Cunha, 271 no Maristela (ao lado do Tito Veterinário);
  3. Loja da Tim – Av. Sinhá Moreira, 22 Centro (ao lado da Mattos Calçados).

Desde já agradecemos a todos.

 

Publicado em Corrente do Bem | 2 Comentários

Procura-se jogador(a) de Rugby

Imagem | Publicado em por | 3 Comentários

Alterações nas Regras do Vale Independente

regras imagem 02

Imagem | Publicado em por | 7 Comentários

Bone Ring: mais uma inovação na Odontologia trazida pelo Dr. Erasmo Camanducaia

Bone Ring é uma técnica cirúrgica de reconstrução óssea tridimensional

É um procedimento de enxertia óssea, que tem como característica poder reconstruir em um só momento largura, espessura e altura, o tecido ósseo perdido seja por extrações dentárias, acidentes, processos patológicos ou outros motivos.

Atuando na cirurgia e na implantodontia há muitos anos, recebo quase diariamente, pacientes com grandes perdas ósseas, defeitos severos. As reconstruções em largura e espessura são bem previsíveis e de bom prognóstico. Entretanto, as reconstruções em altura, que nós chamamos de reconstruções verticais, são muito difíceis, de técnicas complicadas e de resultados muito pobres, com pouquíssimo ganho.

Entre as técnicas usadas para aumento ósseo vertical, as mais usadas são os enxertos que usam blocos de banco de ossos, blocos artificiais, blocos de osso retirados do próprio paciente, telas de titânio.

Desenvolveu-se na Alemanha uma nova técnica de enxerto ósseo para ganho em altura chamada bone ring. Por essa nova técnica, o cirurgião coleta do próprio paciente, um pequeno anel de osso do tamanho exato do defeito ósseo, que será colocado nesse lugar, juntamente com o implante dentário ao mesmo tempo, reabilitando o paciente.

Essa inovadora técnica cirúrgica tem a vantagem de eliminar a remoção de grandes blocos ósseos, causando menos traumatismo, eliminar a utilização de ossos retirados de cadáveres, eliminar a utilização de parafusos para fixação de blocos.

Representa um grande avanço nos enxertos verticais. É um procedimento com um melhor prognóstico que as outras técnicas de enxertia. O paciente tem uma recuperação melhor através do Bone Ring. O enxerto tem uma integração rápida e com quase nenhuma perda óssea. Um enxerto de comportamento excelente ao longo dos anos, pois são tecidos oriundos do próprio paciente, além de ter uma excelente recuperação da área doadora.

Enfim, é um avanço nas reabilitações com implantes, que promove uma recuperação mais rápida, confere mais naturalidade, maior estabilidade ao longo dos anos, e um restabelecimento das condições naturais do paciente, além de ser uma cirurgia bem mais simples que os blocos parafusados. É a solução para aumentos verticais em muitos casos,
conferindo ao final do processo reabilitador uma reparação mais natural dos tecidos e uma estética dental mais perfeita, pelo restabelecimento da estrutura óssea e gengival de suporte.

O Dr. Erasmo Camanducaia, acaba de terminar o credenciamento e treinamento nessa nova técnica cirúrgica, bone ring, em mais uma pós graduação, com o Dr. Marcelo Nunes, do grupo Proimperio. O Professor Marcelo Nunes é o maior expoente em BONE RING, do Brasil e um dos maiores do mundo. Ministrador de cursos em todo o mundo e parceiro do criador da técnica, o professor Bernhard Giesenhagem.

Dr. Erasmo Camanducaia com o professor Dr. Marcelo Nunes em frente ao BOC – Bramnemark Osteointegration Center.

Mais uma vez o Dr. Erasmo Camanducaia, traz o que há de mais moderno na Odontologia mundial visando a excelência em reabilitação e o melhor para seus pacientes.

Fotos ilustrativas retiradas da internet

Publicado em Saúde | Deixe um comentário

Oportunidade de Estágio

Publicado em Empregos | Deixe um comentário

DRª. FRANCINE SARAN – MITOS E VERDADES SOBRE TRATAMENTO ORTODÔNTICO

Muita gente já precisou ou precisa usar o aparelho ortodôntico para solucionar problemas na oclusão ou posição dos dentes. Pensando nisso, a popularidade desse tratamento acaba trazendo consigo os mais variados comentários. No entanto, é importante saber aquilo que é mito do que é verdade.

ADULTOS NÃO PODEM USAR APARELHO ORTODÔNTICO?

Mito. Os adultos podem usar aparelho ortodôntico,quando indicado, desde que haja saúde óssea e gengival.

O APARELHO ORTODÔNTICO SÓ PODE SER USADO NA DENTIÇÃO PERMANENTE?

Mito. O tratamento ortodôntico pode ser separado em dois tipos, o preventivo e o corretivo. O caso do preventivo é indicado para a dentição decídua ou mista. E o corretivo na dentição permanente, uma vez que o movimento ortodôntico depende do ligamento periodontal com absorção e reposição óssea. Isto porque o dente decíduo não consegue suportar a força feita aplicada aos dentes, e isto pode resultar em um quadro de reabsorção. Por isso, é importante que o tratamento ortodôntico seja bem indicado e feito na fase correta para ter sucesso.

PACIENTES COM APARELHO ORTODÔNTICO PRECISAM MUDAR A ALIMENTAÇÃO?

Verdade. Com o aparelho na boca,é necessário evitar certos tipos de alimentos a fim de não danificar o aparelho, o que resulta em atraso no tratamento.

O TRATAMENTO ORTODÔNTICO DEMORA A APRESENTAR RESULTADOS?

Depende.  O tempo vai depender do tipo de problema que o paciente apresenta, sendo assim, cada caso terá uma evolução específica. O paciente pode perceber o alinhamento dos dentes acontecer rapidamente. No entanto, não quer dizer que o tratamento tenha chegado ao fim. Converse com seu dentista para que seu caso seja avaliado e um plano seja traçado de acordo com suas necessidades.

Publicado em Saúde | Deixe um comentário

MPT aponta falhas na MP sobre acolhimentos para migrantes

Em audiência no Senado, procuradora alertou que falta política de empregabilidade e combate ao trabalho escravo no caso dos venezuelanos

A procuradora do Ministério Público do Trabalho (MPT) Cristiane Sbalqueiro levantou falhas na Medida Provisória n° 820/2018, que dispõe sobre as ações de assistência emergencial para acolhimento de estrangeiros que se refugiam no Brasil para escapar de crises humanitárias em seus países de origem. “O principal ponto que chama a atenção do MPT é a ausência do desenvolvimento de uma vertente concreta de empregabilidade e de prevenção à vitimização das pessoas em relação a condutas como o trabalho escravo”, destacou ela. A MP foi editada devido ao fluxo migratório no Brasil, oriundo principalmente da Venezuela pela fronteira de Roraima.

De acordo com a procuradora, embora a União foi advertida antes da construção da MP, “não consta nos itens a serem desenvolvidos pela política de acolhimento nada relativo a geração de emprego e renda, nada relativo a prevenção da exploração do trabalho”. Essas falhas foram apontadas por ela na audiência pública da Comissão Mista da MP do Senado Federal, realizada nesta quarta-feira (18).

Ela alertou ainda que as ferramentas legais e institucionais para inserção desses migrantes no mercado de trabalho já existem e precisam apenas ser acionadas e usadas. “Nós temos estruturas constituídas. O Sine – o sistema público de emprego – existe no Brasil de 1975”, lembrou. “Então, o governo não precisa inventar a roda. A roda já está inventada. O que precisa é articular e colocar todas as ofertas de emprego para os migrantes dentro do sistema público, porque, se a gente não fizer isso, está aberto o campo para as ofertas enganosas”, explicou Cristiane Sbalqueiro, que faz parte de grupo especial de procuradores do MPT criado para tratar da questão da empregabilidade dos venezuelanos no Brasil.

Outra preocupação do MPT é em relação as ofertas de empregos. “Infelizmente, a experiência tem mostrado que, a cada duas ofertas de trabalho fora do sistema público para um migrante, uma é para exploração em situação de trabalho degradante ou análogo ao escravo. E nós não podemos querer isso para os migrantes que estão adentrando no nosso país”, declarou a procuradora. Segundo ela, as denúncias já recebidas pelo MPT se concentram nos setores rural, doméstico, da construção civil e do comércio.

A audiência teve também a participação do representante da Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil, Niky Fabiancic, que criticou outros aspectos da MP.

Interiorização – O Ministério Público do Trabalho (MPT) acompanhou, na última semana, a recepção de cerca de 200 venezuelanos transferidos de Roraima para quatro centros de atendimento na capital paulista. Dois procuradores membros do grupo do MPT responsável por esta questão – Janine Rego de Miranda e Gláucio Oliveira – visitaram, nos dias 10 e 11 de abril, os centros Missão Paz (32 venezuelanos); Centro Temporário de Atendimento de São Mateus (129 venezuelanos); Terra Nova (6 venezuelanos); e Centro Temporário de Atendimento de Santo Amaro (30 venezuelanos).

Esse acompanhamento é essencial para que o MPT fiscalize o processo de interiorização dos venezuelanos, de modo a garantir o respeito aos direitos humanos e trabalhistas. Na ocasião, os procuradores promoveram um diálogo com os migrantes e acompanharam a atuação do governo no processo de interiorização.

O grupo especial de procuradores criado para tratar do assunto tem como objetivo garantir que exigências feitas pela instituição estejam sendo cumpridas por todas as partes atuantes no processo – União, estado de Roraima e municípios envolvidos, tal como São Paulo.

Nota técnica – O MPT divulgou, recentemente, nota técnica com o objetivo de proteger os migrantes venezuelanos de situações de abuso no trabalho e promover sua empregabilidade em condições dignas. O documento foi enviado ao Poder Executivo federal.

A nota requer da União providências efetivas para criação e implementação da política pública de empregabilidade aos migrantes e a adoção de medidas de prevenção e repressão ao trabalho escravo e infantil, ao tráfico de pessoas, à discriminação e xenofobia. Segundo a nota, é necessária a adoção urgente de ações de empregabilidade na política de interiorização dos venezuelanos que está sendo desenvolvida pelo governo federal.

O MPT vem acompanhando as medidas adotadas pela União, estado de Roraima e municípios envolvidos e, em caso de desconsideração dos pontos levantados pela instituição, promoverá as medidas judiciais adequadas. A nota cita acordo judicial firmado entre o MPT e a União em 2015, por meio do qual a União se comprometeu a conferir apoio técnico e financeiro à oferta de serviços e políticas para migrantes.

Assessoria de Comunicação
Procuradoria-Geral do Trabalho
Ministério Público do Trabalho

Publicado em Geral | Deixe um comentário

1º Festival Sertanejo Canta Viola em Senador Amaral

Informações 35 9 9862-7277 com Evanil

Publicado em Geral | Deixe um comentário