Você conhece o HMTR – Hospital Maria Thereza Rennó?

Em Santa Rita do Sapucaí está pronto um dos maiores e mais modernos hospitais de Minas Gerais, trata-se do HMTR – Hospital Maria Thereza Rennó, você já conhece esse audacioso e importante projeto?

O Hospital Maria Thereza Rennó (HMTR) será um estabelecimento privado com as características comuns a todos os hospitais acrescido de duas particulares: prestar atendimento médico diferenciado que buscará sempre estar atualizado em instalações, equipamentos e condutas médicas e procurará desenvolver o conhecimento especifico em Eletro medicina buscando a consolidação do pólo tecnológico de Santa Rita do Sapucaí.

Instalar uma unidade hospitalar tecnologicamente moderna, sofisticada e funcional em uma região rica e fértil em criatividade porém de população ainda escassa foi uma audácia.  Para estabelecer mais um diferencial na qualidade e de tecnologia oferecida fez-se surgir uma parceria sólida, séria e produtiva, o Projeto de Engenharia Biomédica do Vale da Eletrônica.  Este projeto conjunto com o Instituto Nacional de Telecomunicações, Faculdade de Administração e Informática e Escola Técnica de Eletrônica FMC,  visa dar uma nova óptica a aplicação do conhecimento em Eletrônica aplicando-o à Medicina. Desta parceria, surgiu o Instituto Rennó e Kallás de Ensino e Pesquisa (irkep). http://www.irkep.com.br

A origem da Empresa Rennó & Kallás, está ligada à história da própria história da medicina, do empreendedorismo e filantropia na região sul-mineira. Tendo sido fundada em 1999 pelo senhor Wagner Campos do Amaral Rennó e Dr. David Carvalho Kallás, Dr Kallás, filhos e genro – todos com laços profissionais, familiares e sentimentais com Santa Rita do Sapucaí – surgiu por propósitos exclusivamente circunstanciais, uma vez que seus fundadores buscavam uma forma de atender condignamente a população com serviços qualificados frente a uma crise que envolvia o setor de saúde público e privada de Santa Rita do Sapucaí, Pouso Alegre, Itajubá e da região. Ao lado da saúde, surgiu a oportunidade da ampliação da área de vocação em eletrônicos que possui Santa Rita do Sapucaí (conhecida como O Vale da Eletrônica) para os eletro médicos. Em 1943, José Palma Rennó, avô de Wagner Rennó, financiou e construiu em Santa Rita do Sapucaí o Hospital Antônio Moreira da Costa. À partir de 1959, Dr. Elias Kallás passou a atuar neste estabelecimento fazendo todo tipo de atendimento indiferenciadamente das classes sociais. Em 1972, iniciou um processo de modernização do Hospital com a introdução de cirurgia cardíaca. O hospital foi dotado de condições físicas e de equipamentos para este evento. Por motivos políticos e administrativos, o ideal não pode ser levado a cabo e a luta por melhores condições de trabalho e melhor atendimento a população foi transferida conjuntamente com Dr. Elias Kallas para o Hospital das Clínicas Samuel Libânio, de Pouso Alegre, MG, de cuja faculdade foi um dos fundadores tal como da Faculdade de Medicina de Itajubá.

Apesar de toda audácia e importância desse projeto para nossa cidade e região, há ainda algumas pessoas e autoridades que não acordaram para ESSA IMPORTÂNCIA.

Nossa cidade está carente de SAÚDE, carente de um HOSPITAL MODERNO e equipado que possa atender a nossa população. Há uma grande mentira circulando por ai, de que o HMTR será um hospital para rico, como diz acima no texto, ele será um estabelecimento de saúde privado como qualquer outro e LOGICAMENTE haverá atendimento pelo SUS, a diferença será que para tratamentos específicos nós temos que ir para Pouso Alegre e Itajubá, ou seja o SUS encaminha para onde há o atendimento necessário, com a abertura do HMTR, esse atendimento será aqui mesmo, ou seja, mais agilidade no atendimento, mais conforto ao paciente enfim mais chance de sobrevivência ao paciente, pois o mesmo não ira mais ter que enfrentar a BR459, quer seja para Pouso Alegre ou Itajubá.

O HMTR está pronto, novas parcerias estão sendo feitas entre elas com a PHILIPS, um financiamento junto ao BNDES para que em breve abra as suas portas…PORÉM há ainda uma grande dificuldade, que poderia ser facilmente resolvido, caso as pessoas responsáveis pelo loteamento onde o mesmo se localiza, fizessem a sua parte, que é oferecer a infraestrutura, pois é uma vergonha o ACESSO até HMTR.

Observem nas fotos abaixo:

Esta rua, simplesmente desapareceu no meio do mato

Essa é a Rua Abrahão Elias Kallás, um dos acessos ao HMTR, muita poeira e barro quando chove

Vacas são criadas LIVREMENTE pelo bairro, cadê a fiscalização? O bairro é Zona Urbana e não Rural

Observem que quase todas as ruas de acesso ao HMTR são de terra, sem calçamento, CADÊ OS LOTEADORES?

PARA VER MAIS FOTOS, CLIQUE AQUI

Vejam no vídeo abaixo as condições do principal e mais rápido acesso até o HMTR:

Sobre Giácomo Costanti

Email: contato@valeindependente.com.br
Esse post foi publicado em Cidade, Meio Ambiente, Política, Saúde, Trânsito. Bookmark o link permanente.

27 respostas para Você conhece o HMTR – Hospital Maria Thereza Rennó?

  1. Eu disse:

    Parabens a familia Kallás,tentando fazer sua parte de trazer mais uma vez um beneficio pra SRS , mas se a população não colaborar vai ser dificil.
    temos aí algumas irregularidades basicas.
    1- O dono dos terrenos quer fazer loteamento sem infraestrutura nenhuma.
    2- pessoas que compram por ser mais baratos e o que acaba ficando caro por que depois eles é que tem que fazer tudo do bolso deles e quem ganha é só proprietário do loteamento.
    3- A prefeitura que libera esses loteamento irregular,” há mas pra que se preocupar com infraestrutua se o importante é o IPTU no começo do ano”
    4- criação de animais é na roça e não solta no meio da rua.
    5- e mais uma vez a prefeitura fecha os olhos sem fiscalização nenhuma.
    E A POPULAÇÃO QUER TER BENEFICIOS DE QUE JEITO? E MESMO ASSIM A FAMILIA KALLÁS NÃO DESISTIU DE NÓS ,PARABENS MAIS UMA VEZ.

  2. santarritense decepcionado disse:

    Giácomo, realmente essa obra eu tiro o chapéu para os idealizadores e construtores, que não mediram esforços para isso, estão fazendo mais do que o Governo Federal e Estadual….é de se admirar!! Agora, o que precisa, independente de quem seja o prefeito, se é o Paulinho ou não, precisa e reunir com todos os proprietários e entrar num acordo. Caso eles não tomem providências, a prefeitura deveria calçar e mandar a conta para o IPTU. Também acionar o nosso Digníssimo Deputado Federal, para que veja a possibilidade de se fazer uma novo trevo e ponte para esse hospital, pois vai precisar. Fico imaginando, inúmeros municípios que passariam a frequentar este hospital, tendo que passar o trajeto pelo centro, será o caos!!!

  3. Regina Trevisan disse:

    Prezado Sr. Giácomo,

    Para seu conhecimento e informação, o HMTR, tem como idealizadores o Sr. Wagner Campos do Amaral Rennó e o Dr. David Carvalho Kallás, motivados após a morte de Da. Maria Thereza, mãe e sogra respectivamente. O Dr. Elias Kallás, posteriormente com outros filhos e genro, e mais 60 profissionais se associaram ao grupo Rennó & Kallás S/A.

    • Giácomo Costanti disse:

      Oi Regina,obrigado pelo comentário, uma parte da sua informação consta na matéria, a outra não coloquei porque todos sabem quem foi a nossa saudosa amiga Maria Thereza.
      Abraços

      • Regina Trevisan disse:

        Desculpe Giácomo, mas vc. diz que os fundadores são Sr. Wagner e Dr. Elias Kallás. Mas pela ordem são: Sr. Wagner/ Dr. David Kallás, Dr Kallás, filhos e genro.

  4. Arnaldo Cesar Coelho disse:

    Há alguns meses, foi enviado um projeto de lei para a câmara, de autoria do Prefeito, para calçamento da rua que dá acesso ao hospital. O projeto foi recusado e foi feito um “alvoroço” por parte dos vereadores, dizendo que estavam beneficiando o atual vice-prefeito. Inclusive foi publicado tudo isso aqui no vale independente, com criticas a administração por ter enviado esse projeto…
    Agora será que a ficha caiu?? será que viram como esse projeto seria bom para o municipio???

    Essas coisas acontecem para que a população veja que o que está em jogo não é se o que vai se fazer é bom ou não, pra ver se vai ajudar ou não…. o que vale realmente nessa politicagem podre de Santa Rita é quem vai ser beneficiado…. é se fulano vai ser mais beneficiado que cicrano…. é qual vantagem eu terei em aprovar um projeto ou não…. e por aí vai…. Podem criticar prefeito…. vice-prefeito…. vereadores…. podem “pintar” qualquer coisa de qualquer um deles, mas a verdade é uma só: ninguem é santinho… ninguem pensa primeiro na cidade, na população…. primeiro se vê o próprio umbigo…..

  5. LOTEADOR TEM NOME E É PARENTE disse:

    O loteador por sinal , tem nome e é parente do dono do hospital , acho que é o Prof. Elias Kallas.

    O socio do hospital é vice prefeito,Dr. David Kallas ,então, é só mandar fazer o calçamento e cobrar via contribuição de melhoria, que acabaria esta polemica.

    Agora se estão querendo tudo de graça é outra questão.

    Entretanto, esta reclamação de falta de infraestrutura é uma desculpa para não colocar o hospital em funcionamento, pois pelo menos um acesso totalmente calçado é existente, e para quem quer trabalhar é suficiente.

    Sou a favor, preciso e torço pelo funcionamento imediato deste hospital, é mais opção de saude, mais opção profissional, mais desenvolvimento, etc… porém algo de muito estranho esta acontecendo, pois os cotistas estão saindo e a cada dia postergam o inicio do funcionamento, o que é uma pena……

  6. Jose Flavio disse:

    Sou morador do bairro Monte Libano a mais de dois anos, moro na Rua Abraao Elias Kallas, e ja procurei varias vezes o Sr. Caponi quanto ao calçamento e ele me Falou que nao calça algumas ruas por que o proprietario de varios lotes é o SR. ELIAS KALLAS e que nao tem dinheiro e interesse em fazer a melhoria de seus lotes, mas continua vendendo. E quem acha que o lote esta mais barato por nao ter calçamento esta muito enganado, pois ja custa mais de R$ 200,00 o metro quadrado do terreno.
    Nem todos Kallas sao iguais.

  7. John disse:

    Acho que esta reportagem será um marco para Santa Rita. Vamos passar a enxergar o Hospital Maria Thereza como um hospital comum que tende a atender a população e não um vilão que veio para deixar os sócios ricos às custas da desgraça alheia.

  8. Cidadão disse:

    Pelo que sei quando o terreno foi doado pela antiga gestão foi feito um projeto de lei onde as três partes tinham compromissos a serem cumpridos. A prefeitura comprou o terreno e pagou ao dono do loteamento, ou seja cumpriu a parte dela. Cabia aos idealizadores do Hospital construir o hospital, o que foi feito. Cabia ao dono do loteamento fazer o calçamento, pelo que parece não foi realizado. Na minha opinião as partes (Prefeitura e Idealizadores do Hospital) deveriam entrar com um processo contra o dono do loteamento, pois o mesmo não cumpriu com o compromisso firmado. O dinheiro ele embolsou. Está na hora de acabar com esses loteamentos irregulares em Santa Rita. Tem varias famílias em Santa Rita que estão na mesma situação do hospital, compraram um terreno com o sonho de construir sua casa e não pode porque o loteamento não possui infra estrutura básica.
    Pelo que sei um novo loteamento só pode começar a ser comercializado após a conclusão das benfeitorias, essa não é uma lei nova, ai eu pergunto, como que esse loteamento foi liberado pela prefeitura? Essa situação deve ser cobrada do responsável que liberou a venda do loteamento. Agora o que não é justo é a população ter que pagar a conta de pessoas que sempre agiram de má fé em Santa Rita.

    • Lucas disse:

      Tem razão, senhor, cidadão. Os lotes só podem ser comercializados depois de toda a infraestrutura pronta. Vejam o caso do loteamento do dr. José Alencar. O então prefeito Ronaldo Carvalho só permitiu a venda dos lotes depois de tudo pronto. Ganhou o loteador, ganhou o comprador e ganhou o povo. Quando a cidade tem um prefeito responsável, não deixa problemas para as próximas gestões.

  9. Giácomo Costanti disse:

    Oi Regina Trevisan, só agora entendi de fato o que você me alertou…Por favor dê uma olha no site do HMTR, pois foi de lá que eu retirei parte do texto. Muito obrigado, estou corrigindo aqui.
    abraços

  10. Tiao Pacu disse:

    Mas então… Falta SOMENTE o calçamento para colocar o hospital para funcionar ou, com o oportuno trocadilho, isto está sendo usado como MULETA??

    • Giácomo Costanti disse:

      Tiao Pacu, em momento algum afirmei na matéria que o calçamento era a única coisa que impedia o hospital de funcionar, mas sim MAIS UM problema que o hospital enfrenta ou enfrentará. E outra não se pede o calçamento de graça, mas se pede para que os resposáveis pelo loteamento que façam a parte que cabe a eles, porque se formos esperar desse prefeito que está em Santa Rita, podemos morrer todos, pois o mesmo não tem compromisso com nossa cidade e muito menos com a SAÚDE de nosso povo.
      Giácomo Costanti

      • Eduardo Carletti disse:

        Giácomo, você saberia informar o que falta para nós termos DE VERDADE um hospital em Sta. Rita. Em outras palavras, o HMTR tá esperando o que? Será que uma mobilização pública, um abaixo-assinado, sei lá, alguma atitutide para demonstrar a necessidade da população poderia ajudar em algo? Quem sabe uma reportagem no Fantástico!!! Se formos esperar esse tal Caponi cumprir com suas responsabilidades enquanto loteador, estamos perdidos, pelo que todos da cidade dizem com relação ao comprometimento dos loteadores.
        As informações sobre as obras deste hospital são tão contraditórias que ficamos todos confusos. Enquanto isso, cada vez que vejo uma ambulância se dirigir para o Hospital Antônio Moreira da Costa, sinto pena do paciente e medo, ao pensar que poderia ser eu ou alguém por quem eu prezo que estivesse sendo socorrido.

  11. Guilherme Gomes disse:

    Caros,
    sou estudante de medicina em Itajubá e tive a oportunidade de conhecer as instalações do HMTR e posso testemunhar aqui a minha admiração por esse empreendimento. A construção de um hospital é uma empreitada complexa, ainda mais com a audácia do HMTR, que vem para figurar entre os melhores.

    Abraço,
    Guilherme.

  12. paulo sergio disse:

    olà eu jà tenho um elicoptero novinho pra pra resgate do hospital È sò inaugurar jà penso em fazer um plano com toda minha familia neste hospital competencia tem de sobra familia kallas , parabens . espero vcs atè là.

  13. CQC disse:

    Por fora “bela viola”
    Por dentro “Pão Bolorento”
    Era para inaugurar o HOSPITAL em 2004, passou para 2005,
    depois 2006, depois 2007, por fim no ANIVERSÁRIO DE 80 ANOS DE Dona MARIA THEREZA, de saudosa memória, em ABRIL de 2008.
    Depois apareceu um convênio com a VALE DO RIO DOCE, mais tarde uma parceria com um fundo de investimento, e por aí vai…. e agora um FINANCIAMENTO com o BNDES…que não sai por causa de calçamento de ruas…
    Tenham dó…Sejam honestos, mostrem caráter, falem a verdade…

    • Giácomo Costanti disse:

      Irei fazer o que você sugeriu no outro comentário, por isso não irei aceitá-lo sem antes checar, ok?
      abraços

      • CQC disse:

        OK.
        Vai ter uma surpresa.
        Mas visite o prédio inteiro, pois somente o primeiro andar está acabado.
        Confiamos na sua capacidade investigativa e espírito público direcionados na defesa do interesse coletivo.
        Boa Sorte.

  14. santa ritensse disse:

    Prezados
    será mesmo que construir um hospital deste porte, SEM DINHEIRO PÚBLICO é faltar com a verdade? ser desonesto? querer fazê-lo funcionar e ter dificuldades é crime?
    parabéns a todos os bravos que chegaram até aqui! em frente !!!

  15. Habib disse:

    O hospital é particular, cabe aos donos arcarem com as despezas decorrentes deste investimento, agora se eles deram os passos maiores que as pernas e nao tem mais dinheiro para arcar com tais despezas nao é problema do municipio. é um absurdo ainda quererem que o prefeito invista dinheiro publico neste ELEFANTE BRANCO, existem obras na cidade muito mais importantes que este hospital, ja ganharam o terreno da prefeitura…Assim fica facil enriquecer em Santa Rita inventam um monte de mentiras e a prefeitura que pague…se eu sei bem um dos donos e o vice-prefeito…assim fica mais facil ainda…

  16. amigo de todos disse:

    Pessoal esta na Hora de organizar um Plebiscito Municipal já que a Câmera de Vereadores é totalmente engessada, só sabem ir contra o Prefeito e mais nada, em 3,5 anos não fizeram absolutamente nada e nada mesmo, só ganharam dinheiro fácil e que sirva de alerta aos vereadores menos estudados, esta na Hora de começar a enviar seus Curriculos, pois brevemente serão uma turma de desempregados e incapazes de executar tarefas dignas de um Trabalhador .Na verdade eles vivem somente o presente e esquecem do Futuro deles e da própria Familia.
    Acordem meus caros Vereadores, vcs até que são Bonzinhos, porém precisam ser mais ativos e apoiar coisas que vão melhorar Santa Rita e a população, o que estão esperando voltem a discutir o assunto e coloquem em Prática, o local do Hospital merece atenção e infra-Estrutura.
    O plebiscito Municipal, a respeito de questões relevantes, depende do pedido de ao menos 1% do eleitorado municipal ao Tribunal Regional Eleitoral, ouvida a Câmara Municipal. O Referendo também depende de pedido subscrito pela centésima parte do eleitorado dirigido à Câmara Municipal

    • santa ritensse disse:

      Isso mesmo! O Elefante Branco, construído com dinheiro particular, provavelmente atenda toda a população, sem distinção, pois pretende atender o SUS, não se enriquece atendendo o SUS. SAÚDE também é prioridade, principalmente para quem não a tem. Um plebiscito resolveria esta questão, todos nós, moradores de Santa Rita, decidiríamos, se vale ou não a pena botar o Elefante para andar!!! e os currículos poderiam ser mandados prontamente! para o Elefante Branco, pois vão precisar de gente!

  17. Arnaldo disse:

    Alguma novidade sobre o hospital Maria Thereza?

  18. Tatiane disse:

    Giácomo:
    Boa tarde!Conforme conversamos ao telefone recentemente já enviei o solicitado para a Izabele, muito obrigada.
    Abçs enfermeira Tatiane

  19. Henrique disse:

    Henrique (Itajubá)
    Parabéns a estas Familias que estão construindo este grande empreendimento parabéns a todos Santarritenses por esta grande Obras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s